quarta-feira, 20 de julho de 2011

Papá das Pernas Altas - Jean Webster



Sinopse
Judy Abbott é uma rapariga alegre, cordial e trabalhadora que não conhece o mundo além dos muros do orfanato onde foi criada...até que a sua vida dá uma reviravolta quando um misterioso milionário decide conceder-lhe uma bolsa para que vá à universidade e siga uma carreira de escritora. Judy não sabe nada do seu benfeitor, só que tem as pernas muito longas, e fará tudo o que for possível para descobrir qual é a sua verdadeira identidade.
Papá das Pernas Altas é o relato de uma mulher que procura encontrar o seu lugar na vida, uma grande história de amor temperada com generosas doses de humor.

Opinião:
"Papá das Pernas Altas"...Lembro-me de pensar que é um título pouco usual, talvez para um livro infantil fosse adequado, não para um livro para adultos. Na verdade, agora que o li não acho que seja um livro nem dirigido a mulheres adultas nem a crianças, mas sim a adolescentes e jovens adultas. A linguagem, o tema, o desenvolvimento da história lembram-me os livros que lia quando era mais nova. Não quero com isto dizer que uma mulher mais madura não aprecie o livro, antes pelo contrário. Eu, como jovem adulta, devo dizer que gostei imenso - não tanto pela história em si, que achei bastante simples - mas pelo humor que permeia a escrita da autora e pela ternura que senti pela protagonista. Também gostei bastante da forma como está escrito - é um romance epistolar. Foi a minha primeira incursão por este género e não fiquei desiludida.
Neste livrinho, conhecemos Jerusha (Judy) uma órfã que é mandada para a universidade por um rico benfeitor, que só espera que Judy escreva uma carta mensal a contar os seus progressos nos estudos, no entanto esta não deverá esperar qualquer resposta e não terá direito a saber a sua identidade .
Judy vai então para a Universidade onde faz amizades, vive muitas experiências que nunca pôde viver encerrada no Orfanato, lê obras de referência mundial e pelo caminho, conhece o amor. É um livro acerca da transformação de uma jovem órfã numa mulher culta, com consciência social e que luta por concretizar o seu sonho de ser escritora e ter direito ao amor.
Recomendo, principalmente se procuram um livrinho bem-disposto que se lê num ápice!

Classificação: 4/5


5 comentários:

  1. Parece ser um livro bom para ler no verão, pratico para levar no saco para a praia.

    E sem duvida que tem de ler "A sociedade literária da tarde da casca de batata" é mesmo mt bom, mas eu compreendo-te, tb tenho tantos livros para ler q por vezes nem sei por onde começar...

    Boas leituras

    ResponderExcluir
  2. Olá Maria! Sim, sem dúvida é um livro de praia! Lê-se muito rápido.
    Pois, o problema é quando os livros começam a empilhar-se... e às vezes não é só não saber por onde começar, é preciso arranjar um tempinho para ler...
    Boas leituras!

    ResponderExcluir
  3. Este livri e bom para mudos de 15 anos lerem??

    ResponderExcluir
  4. Caro Anónimo, sim, é um livro óptimo para "miúdos" de 15 anos lerem. No entanto não me parece que a maioria dos rapazes dessa idade vá gostar do livro. Acho que é um livro mais dirigido a raparigas.

    ResponderExcluir