domingo, 23 de outubro de 2011

O Monte dos Vendavais - Emily Bronte




Sinopse:
O Monte dos Vendavais é uma das grandes obras-primas da literatura inglesa. Único romance escrito por Emily Brontë, é a narrativa poderosa e tragicamente bela da paixão de Heathcliff e Catherine Earnshaw, de um amor tempestuoso e quase demoníaco que acabará por afectar as vidas de todos aqueles que os rodeiam como uma maldição. Adoptado em criança pelo patriarca da família Earnshaw, o senhor do Monte dos Vendavais, Heathcliff é ostracizado por Hindley, o filho legítimo, e levado a acreditar que Catherine, a irmã dele, não corresponde à intensidade dos seus sentimentos. Abandona assim o Monte dos Vendavais para regressar anos mais tarde disposto a levar a cabo a mais tenebrosa vingança. Magistral na construção da trama narrativa, na singularidade e força das personagens, na grandeza poética da sua visão, nodoso e agreste como a raiz da urze que cobre as charnecas de Yorkshire, O Monte dos Vendavais reveste-se da intemporalidade inerente à grande literatura.

Opinião:
O que se diz deste livro é que, uma vez lido, ou se ama ou se detesta. Por acaso pertenço ao grupo de pessoas que ficou a amá-lo. 
Sou por natureza uma pessoa que aprecia uma boa dose de drama e isso não falta neste livro - os personagens apresentam maneirismos quase teatrais e paira uma atmosfera extremamente intensa ao longo de toda a história. Também não é para menos, pois o livro fala-nos de tragédias, traição e vingança. 
Catherine e Heathcliff cresceram juntos e com o tempo passam a amar-se obsessivamente, com uma paixão febril e cega, insana. Quando Catherine decide casar com Edgar Linton, Heathcliff fica enraivecido e desaparece, para regressar três anos depois, rico e poderoso e determinado a vingar-se de todos os que o haviam menosprezado. 
Uma das críticas que mais se faz ao livro é o facto de não nos conseguirmos relacionar com as personagens principais. Concordo, Catherine e Heathcliff não são anjos sem mácula, são pessoas maltratadas pela vida, o que se reflecte nos seus comportamentos vingativos e auto-destrutivos. Heathcliff é um personagem tempestuoso e vingativo, que não olha a meios para atingir os fins. Catherine é uma mulher caprichosa e egoísta,que gosta de ser adulada  e dada a cenas . 
Claro que este livro é uma grande hipérbole, não creio que existam ou tenham existido amores tão loucos, mas vale a pena ler nem que seja pelo valor artístico e pela originalidade da história.
Recomendo vivamente, pois para além de ser um clássico, tem uma história arrebatadora acerca do lado "negro" do amor.

Classificação: 5/5

Voltei!


Peço desculpa pela ausência prolongada, de ora em diante vou tentar postar com a mesma frequência com que o fazia antes. Acontece que entrei para a universidade e tenho uma vida bastante mais ocupada agora. Mas, como são partes importantes da minha vida, vou tentar retomar uma rotina de leitura e escrita.Obrigada por continuarem a visitar-me aqui no meu cantinho literário!
Beijinhos,
Luh

Música do dia - Louis Armstrong: When you wish upon a star